Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > IFTO Araguatins
Início do conteúdo da página

A Instituição

Publicado: Quarta, 18 de Junho de 2014, 23h29 | Última atualização em Terça, 15 de Julho de 2014, 16h27 | Acessos: 16869

Apresentação

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins – Campus de Araguatins é resultante da transformação da Escola Agrotécnica Federal de Araguatins e foi criado por meio da lei 11.892/2008, que instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Hoje, o IFTO possui oito campi em pleno funcionamento e três campi avançados em fase de implantação, além da educação a distância, que oferece educação técnica em dezesseis polos.

O IFTO faz jus ao que há de melhor na história do ensino profissionalizante no Brasil, pois forma profissionais que atendem tanto às metas de desenvolvimento do país quanto às demandas da sociedade. Por isso, a integração entre ensino, pesquisa e extensão bem como os Arranjos Produtivos Locais ganham destaque desta Instituição, proporcionando desenvolvimento educacional, científico e tecnológico ao Estado.

Missão

Proporcionar desenvolvimento educacional, científico e tecnológico no Estado do Tocantins por meio da formação pessoal e qualificação profissional.

Visão de futuro

Ser referência no ensino, pesquisa e extensão, com ênfase na inovação tecnológica de produtos e serviços, proporcionando o desenvolvimento regional sustentável.

 

Histórico

A antiga EAFA Escola Agrotécnica Federal de Araguatins, foi criada pelo Decreto nº. 91.673 de 20 de setembro de 1985, onde foi designada a funcionar os 1º e 2º graus, profissionalizantes com habilitação em Agropecuária, Agricultura e Economia Doméstica, tendo sido inaugurada em 23 de março de 1988.

 
A instalação da EAFA foi feita em cooperação com o Ministério de Reforma e do desenvolvimento Agrário (MIRAD), por intermédio do Grupo Executivo das Terras de Araguaia-TO - GETAT.
 
O GETAT foi autorizado a adotar providências necessárias junto ao Ministério da Fazenda para aceitação, pela doação de uma área de 561,84 hectares de terras férteis com pH médio de 6.4  a 7.0 , banhada pelo rio Taquari em 8 km de extensão, no município de Araguatins, de que trata a Lei Municipal n.º 321, de 08 de outubro de 1984, para instalação da Escola Agrotécnica Federal. As obras foram iniciadas com a programação orçamentário de um convênio firmado entre FNDE e o Prefeito Municipal de Araguatins, Sr. José Guilherme Frazão Pereira.
 
O então Governador do Estado do Tocantins, Sr. José Wilson Siqueira Campos, com a Prefeitura Municipal de Araguatins empenharam-se, sendo os principais responsáveis por sua criação na região do Bico do Papagaio.
 
O Decreto foi assinado pelo então presidente José Sarney e o Ministro de Educação Marco Maciel.
Desde 16 de novembro de 1993 (Lei nº 8.731) a Escola é uma Autarquia Federal e oferece atualmente os Cursos: Agropecuária, nas modalidades: Integradado ao ensino médio e Subsequente; Cursos tecnicos em Informática na modalidade: Integradado ao ensino médio; Cursos Superiores: Licenciatura em Ciências Biológicas, Lincenciatura em Computação e Bacharelado em Agronomia.
 
O IFTO Campus Araguatins é dirigido por um Diretor Geral por um período de 04 (quatro) anos, podendo ser reconduzido por igual período.
O Diretor Geral fundador foi o Professor Francisco Aldivino Gonçalves, Pedagogo, Administrador Escolar (ADESG), o segundo Diretor foi o Professor José Júnior Rodrigues de Souza, Licenciado em Ciências Agrícolas (UFRRJ) especialização em Administração Escolar, o terceiro foi o Professor Robson José Esteves Pelúzio, Engenheiro de Agrimensura (UFV), especialização em Administração Escolar. O quarto Professor Msc. Francisco Nairton do Nascimento, Licenciado em Ciências Agrícolas (U.F.R.R.J), Engenheiro Agrônomo (UFRRJ), Especialista em Engenharia de Irrigação, em Metodologia do Ensino Superior (UFV), Mestre em Fitotecnia – UFRRJ.
 
Professor Nairton,  foi o primeiro Diretor Geral da antiga Escola Agrotécnica eleito pelo voto direto de Servidores e Alunos.
Foi eleito duas vezes consecutivas e atualmente é Reitor do IFTO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins.
 
Atualmente o Diretor Geral da Instituição é Msc. Décio Dias dos Reis, Licenciado em Ciências Agrícolas (U.F.R.R.J), especialização em Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Federal de Viçosa (1994), Mestre em Ciência Animal Tropical, área de concentração Ambiência e Bem-estar Animal pela Universidade Federal do Tocantins.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página